O QUE É FOLGA DE VESTIBILIDADE E MARGEM DE COSTURA?


Uma confusão muito comum que acontece quando o aluno está começando na moulage ou na modelagem plana, é em relação a folga de vestibilidade e a margem de costura.


Ambas são acréscimos que precisamos colocar nos moldes, porém elas tem funções distintas e tanto a margem de costura, quanto as folgas, dependem de modelista para modelista e de costureira para costureira ou ainda, dependem do modelo.


Vou conceitualizar cada uma aqui pra você:


Folga de Vestibilidade


A folga de vestibilidade é definido como o espaço que existe entre o corpo e a peça. Essa folga está relacionada ao caimento e conforto da roupa. Este conforto relaciona-se com o tipo de material que essa peça será fabricada e a forma que ele terá, ou seja, a modelagem. Então não existe um tamanho único de folga, pois uma peça feita em malha, não tem a mesma necessidade do acréscimo de folgas que uma feita em tecido plano.


Outro fato é a modelagem e o estilo da roupa, essas questões estão interligadas quando falamos de folga de vestibilidade.


Se você quiser aprofundar seus estudos nesta questão, recomendo ler o artigo que a professora Ligia Osório publicou no Colóquio de Moda. Lá ela aborda esses tópicos e ainda, disponibiliza uma tabela que pode ser usada como base para quem trabalha com modelagem plana.


E você que trabalha com modelagem plana e tem dificuldade em colocar as folgas corretas, saiba que a folga de vestibilidade na moulage é interessante porque não precisamos medir, pois fazendo diretamente no manequim, podemos ir acrescentando o tecido e visualizando o resultado do conforto e estética que queremos. E isso torna o processo de modelar muito mais simples e fácil, pois você não precisa ficar refém de tabelas prontas para calcular e acrescentar a folga de vestibilidade, já que pode ir sentindo a necessidade de colocar ou tirar. Entendido?



Margem de Costura


Já a margem de costura é considerada o acréscimo de medidas necessários para realizarmos a costura. Esse espaçamento é o que vai ser definido em diferentes medidas, e também vai ser influenciado pelo tipo de tecido, pela modelagem, pelo objetivo daquela peça e pelo acabamento.


Por exemplo, se o acabamento da peça for na overloque, tem gente que costura cortar mais a rebarba do tecido nesse momento. Então só pra resumir, são muitos fatores envolvidos.


A quantidade de medidas necessárias sempre vai variar. Se você fizer uma costura francesa, é um tipo de medida, se for fazer uma costura simples, outro tipo.


Eu costumo usar uma margem de costura de 1 cm, mas eu tenho a noção do quanto desconto isso na costura. Tem modelistas ou costureiras que usam 0,5, 0,7 cm.


Você percebe que em ambos os casos não podemos seguir uma fórmula exata? Essas medidas dependem de alguns fatores e é com a prática que você vai desenvolvendo essa habilidade de entender a quantidade necessária para cada peça.